sábado, 8 de dezembro de 2018

Balanço- 1ª quinzena de Dezembro- Patrimônio R$ 23.165,87 ( + 5,95% )


E aí, confrades!! Há quanto tempo, hein?

Pois bem, embora pouco tempo tenha se passado, aconteceram algumas coisas interessantes nesse meio tempo  que acredito que valham a pena serem ressaltadas nesse texto. Lembrando do propósito do blog... Registro da minha evolução pessoal enquanto homem em três aspectos básicos: financeiro, pessoal( principalmente no aspecto relacionamento) e físico. Nestes dois últimos houveram significativas alterações desde a última postagem mas, como gosto muito da filosofia de vida do Jack Estripador, vamos por partes!

Financeiro

Eu me considero profundamente feliz com os resultados obtidos nesse mês. Foram incríveis MESMO! Já contabilizei os gastos com Cartão, Conta de celular e dízimo e cheguei à incrível marca de pouco mais de 24k. O “Economizado do mês” é “ meu salário – o quanto gastei até agora”. De forma excepcional, houve um erro em meu pagamento da ordem de cerca de 1300 mas isso só será acertado no próximo ano. 

O resultado abaixo já leva em consideração os valores dos gastos com os presentes de natal pros meus pais... R$1.457,50(no final do post, tem um bônus sobre esses presentes). Notei também que eu estava fazendo a contabilidade errada... estava contando com o valor futuro a ser resgatado dos investimentos e não o valor realmente investido. Desta maneira, esses são os números até agora:


Demonstração de Resultados
Saldo do Mês
 R$   23.165,87
Economizado no Mês
 R$     4.547,66



Ah, IF, mas você ta falando que chegou aos 24k mas aí só tem 23k.. É bem verdade, pequeno gafanhoto mas não está incluso aí 1300 que tenho direito pecuniário...


No mês passado eu não tive uma economia tão boa quanto eu queria mas eu acredito que foi interessante. Fechei o Mês passado com uma economia de pouco mais de 18k de acumulação patrimonial e, no mês em questão, Novembro, consegui economizar pouco mais de 2k. Levando em consideração os 3k que foram esse notebook que utilizo pra fazer o post, é uma quantia razoável, uma vez que minha remuneração girou em torno de 6,2k. Segue demonstrativo final de Novembro:


Saldo Total
 R$   18.384,01
Saldo do Mês
 R$     2.751,00



Tô começando a achar que não é tão construtivo eu colocar aqui o detalhamento de todas as minhas contas já que faz pouca diferença senão pelo fato do monitoramento dos gastos com eventuais coisas fúteis. Assim, eu vou ver o que vocês acham e, nos próximos posts, eu vou remodelando a estrutura dos posts, afinal, acredito que é mais interessante saber acerca dos investimentos e não necessariamente pra onde vai meu suado dinheirinho.

Quanto a investimentos, confrades, tô estancado. Meu acesso à internet permanece quase nulo no notebook, onde é mais interessante operar os investimentos mas, também, tô tendo dificuldades com a internet no próprio celular. Consegui aumentar meu limite de pagamento do Banco do Brasil para 8k via boleto bancário, assim, já não preciso fazer 2 a 3 pagamentos para transferir meu dinheiro pro nubank e, em seguida, pra conta easyinvest e Clear. 

Essa é minha manobra para poder não pagar taxas e, consequentemente, diminuir os custos de transação.
A tim, por sua vez, esta me roubando descaradamente.. 09/11 fiz a troca de plano prum plano e 6gb de internet mas os desgraçados não fizeram a troca. Pior, os imbecis reduziram pra 2gb. 2gb esses que já foram devidamente consumidos.

Já protocolei reclamação junto à Anatel mas como a maioria das coisas do estado não têm muita serventia, acredito que será mais uma situação que sairei como o otário da história.
Pra piorar, meu celular deu pau e passei essa primeira semana toda, praticamente, sem celular.. para consertar o espertofone, tive que desembolsar 196 bolsonaros... Um gasto imprevisto mas que, graças a um bom planejamento, não senti tanto. Fica a dica!

Tomei vergonha na cara e deixei de andar de uber. Assim, meus gastos com transporte diminuíram consideravelmente mas é algo que tenho que me manter de olho pra não dar mole, querendo ou não, isso influenciou bastante em eu não ter sentido mto o impacto dos gastos inesperados.

Relacionamentos


Eis que essa parte ficará um pouco mais longa se comparada à mesma aba de outros posts. Tive um compromisso social regado a bebida e danças rebolantes, mais conhecido como festa, e pude perceber determinadas coisas que, de uma forma geral, sempre foram alheias à minha existência.


Eu não curto bebida e agitação. Prefiro mil vezes um vinho e um papo cabeça com a menina a ficar bebendo todas e “pegando” 10 mulheres numa balada. Ocorre, contudo, que tal festa que fui tinha espaço pra todas as tribos. Comida a rodo pros gulosos, campo de futebol pros azilados em futebol( eu) e um set com balada rolando solta, de 14h-21:30h, praticamente.


Nesse ambiente, havia cerca de 250 pessoas e a maioria das pessoas se conhecia. Não no sentido de proximidade mas, tão somente, de proximidade social mesmo, compartilhar o cotidiano de alguma forma e afins. Quando percebi isso, já me liguei que a rapaziada iria “se soltar” afinal.. junte pessoas conhecidas e muita bebida e a galera vai à loucura.


Reitero, eu não bebo assim. Realmente, não vejo sentido em sair bebendo todas e depois beijar varias pessoas. Não é nem questão da minha confissão religiosa. Eu acho que, ainda que eu fosse ateu, eu teria esse pensamento. É algo que vai também pela questão moral e de retidão/discrição de cada um.


No caso, eu vi muitas pessoas que eu achava que era uma coisa e lá se revelou outra. Homens e mulheres embriagados e se pegando loucamente. Não fosse isso o suficiente, MUITOS eram comprometidos. Leia-se, namorados, noivos ou casados!! Eu fiquei tão estarrecido que um amigo meu ao ver meu baque com tudo aquilo me falou “É, IF, bem-vindo ao mundo real!”


Esse mundo real eu nunca tive acesso provavelmente por conta da minha personalidade combinada com meus ciclos sociais la onde eu nasci. Como aqui no Rio de Janeiro há uma babilônia a cada esquina, é mais fácil ter contato com esse tipo de coisa. Pessoas com esposa, filhos, esposo... se pegando abertamente com outras pessoas comprometidas. Foi, além de impactante, nojento.


Resssalte-se que houveram pessoas que passei a admirar mais ainda. Houve uma mesa em que mulheres casadas estavam e elas ficavam conversando apenas entre si com pouquíssimo contato com o ambiente ao redor, como uma espécie de defesa inconsciente. Uns caras também ficaram mais afastados e também chamaram minha atenção por isso. Estes, solteiros, poderiam “ir à caça” mas prefiriram a discrição. Valor esse tão raro em tempos de exibicionismo de instagram e facebook.


Isso me deixou tão impactado que no dia seguinte fui a uma igreja orar por essas pessoas e pra que Deus me mantenha longe desse caminho.


Digo isso porque não sou santo. Como mencionado em outro post, cada semana eu tenho 3-4 meninas pra sair no fim de semana... Sinto que Deus tocou meu coração e esse ímpeto de carência emocional cessou bastante. Cessou tanto por isso bem como porque encontrei uma moça interessante.


Obviamente, não irei me casar mas é interessante ir mais a fundo em outra pessoa. Ir além de um fim de semana seguido de um block no whatsapp(muahahaha). Essa menina tem 19 anos, vai começar a faculdade próximo ano e confessa a mesma fé que a minha. Ela, inclusive, aparenta ser bem cabeça com relação a futuro. Como acabou um namoro de 2 anos há pouco tempo, estamos indo com calma mas ela é bem interessante.


Notei, entretanto, que ela é afeita a pequenos jogos emocionais e como eu sai da matrix la nos tempos de MGHB, por volta de 2009-2010, isso não cola comigo. Não à toa, que ela veio com isso de jogos emocionais comigo e, foi só uma ação minha, ela veio com papo de “tenho sentido falta de a gente conversar como antes.” Prefiro acreditar que seja parte da instabilidade emocional da pouca idade, contudo, se ela demonstrar esse comportamento mais vezes, será sumariamente descartada do meu ciclo de contatos.

Quanto ao relacionamento no trabalho as coisas estão na mesma. Tenho mais amizades fora dos que deveriam ser funcionalmente meus “próximos” do que dentro. Um fato interessante ocorreu na última semana... via whatsapp fui meio que atacado em bando no grupo do trabalho e minhas respostas foram “ta, tudo bem, ok...”. Parece que a consciência do pessoal pesou e alguns vieram se desculpar comigo no dia seguinte mas, durante as desculpas, não houveram desculpas, foi mais “ nós fizemos isso porque achávamos que você tava fazendo isso e aquilo..”.


Até pouco tempo atrás eu não entendia o motivo dessa rixa dessas pessoas comigo mas ultimamente tenho tido a lucidez não só de entender bem como de me desviar. Se falar por aqui o motivo, posso ser plotado e a última coisa que o IF pode ser é descoberto.

Físico


Finalmente tomei vergonha na cara e entrei pra academia. Já faz duas semanas e tenho tido uma boa evolução. De 84kg to em 80kg. Não consigo ir todos os dias por conta do trabalho mas quando vou, eu vou até a falha muscular haha

Bônus

Pois bem, no que diz respeito à compra dos presentes dos meus pais, eu me considero profundamente satisfeito. Fui ao Shopping Outlet Premium em Duque de Caxias e comprei

-Bolsa da Carmen Steffens pra mãe
-Chinela da Raphael Steffens pro pai
-Kit de beleza L'Occitane pra Mãe
-Perfume Cumaru Raiz L'Occitane pro pai
- 4 Blusas Lacoste pro pai

Vejam bem aí as aquisições... em condições normais de temperatura e pressão, $1400 é só o valor da bolsa da Carmen Steffens... fica aí a dica de local para compras no RJ =D


É isso aí, confrades! Força e Honra! Até uma próxima oportunidade!



Intendência!!!




Abraços!!

6 comentários:

  1. Faz muito bem em não pagar taxas nos investimentos. Isso, reduz muito o dinheiro e a rentabilidade.

    Abraço e bons investimentos.

    ResponderExcluir
  2. É bem verdade, DIL! Vou Adicionar seu blog à minha lista de leitura! Quanto menos forem os custos de transação, mais podemos lucrar nos investimentos! =D

    ResponderExcluir
  3. Olá IF,

    Muito bom. Hoje os relacionamentos estão desse jeito mesmo.
    Parabéns pelo patrimônio.
    Esses presentes foram bem caros. rsrs.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  4. hahaha verdade... mas daí, CI, eu acho que aqui no RJ isso é mais forte, sabe? Muita putaria por aqui hahaha quanto aos presentes, se pudesse, dava mais ainda aos meus pais. Eles merecem haha


    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  5. Bom mesmo não pagar taxas desnecessárias para não reduzir desnecessariamente sua rentabilidade. Sobre seu relato, a galera (em boa parte) não perdoa mesmo ainda mais quando a bebedeira come solta.

    Se me permite, tenho duas sugestões para posts futuros. Quanto ao detalhamento das contas, caso queira continuar creio que seja interessante não detalhar tanto, adicionando apenas as grandes áreas (ex. Alimentação, Mercado, Pessoal e etc) numa tabela simplificada semelhante ao apresentado no post do DUP (https://diariodeumpoupador.blogspot.com/2018/12/orcamento-do-diario-em-detalhes-com-o.html). Sobre os seus investimentos, caso queira também pode usar a planilha do ilustre AdP (http://alemdapoupanca.blogspot.com/2012/04/planilha-de-acompanhamento-de.html), eu particularmente utilizo para os meus investimento e é uma mão na roda para controle. E caso também queira divulgar a carteira, adicione por segurança um disclaimer de que não são indicações de compra.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ON, muito obrigado!! Obrigado de coração não só pelos comentários mas pelo teor deles KKK eu não consigo usar essas planilhas do ADP...aquela coisa de cotas e tal... Realmente não entendo...

      Quanto à discriminação dos gastos, acho excelente. Vou colocar sim. Tipo... Alimentação, Moradia, Nubank...

      Obrigado!!

      Abração!!!

      Em sua homenagem, vou atualizar o POST ainda hj com texto KKK


      Excluir