Outubro 2020

domingo, 4 de outubro de 2020

COMPREI MEU APARTAMENTO MAS E AGORA, O QUE FAZER?


 Fala, rapaziada! Pra quem achou que eu tinha morrido, quase acertou, se enganou!!

Como vocês estão, hein? Ranking da Finansfera foi abandonado mesmo pelo Engenheiro Investidor né? 

Confesso que sempre suspeitei que iria acontecer isso... ele estava muito mais preocupado com lacração do que com o ranking em si, infelizmente. Em todo o caso, sou voluntário para dar cadência nisso e fazer o Ranking ser o Ranking de sempre. Basta que tenha alguns comentários no fim do post de membros já históricos para eu me "dar o direito" de fazer isso. 


Se ele voltar depois e quiser retomar o bastão, ok. Entretanto, acho meio difícil já que a última atividade dele data de 20/06/2020...


Vamos ao assunto principal: COMPRA DO MEU APARTAMENTO!!!


Estive ausente em virtude de envolvimento em algumas missões em navios e estive incomunicável desde 28 de abril (última postagem) e isso também fez com que meu processo de compra do apartamento se arrastasse por mais tempo.


Na semana que vem devo assinar a escritura do meu apartamento(alguns detalhes dessa transação você pode encontrar AQUI) e confesso que estou muito animado. Muito mesmo! 


Recebi alguns e-mails e comentários duvidando que eu estava a comprar por cerca de 400k um apartamento avaliado em mais de 600k mas segue abaixo um print do portal da prefeitura que emite o ITBI e o meu comprovante de pagamento como provas:








Como podem ver, terei um grande desconto ne? O valor foi 400k mas tem esses 5k de diferença em virtude do meu pagamento de 5k por móveis que estão ainda no apartamento e os antigos proprietários querem se desfazer... Lustre, mesa de jantar de 8 cadeiras, aparador, ar-condicionado, armários em madeira rústica e armário em mármore para a sala. 


Eu acho que fiz um bom negócio, não sei a opinião de vocês... Tamanho desconto ocorreu em virtude da queda de preços de tudo por conta da pandemia e também porque o casal estava a se divorciar e precisavam, com urgência, repartir os bens materiais.


É um apartamento de 100m², 3 vagas na garagem, 3 quartos sendo uma suíte com banheira e condomínio com lazer completo (piscina, quadra, play pras crianças, churrasqueiras, etc...) na Barra da Tijuca (região bem valorizada aqui no Rio de Janeiro).


Como minha intenção é moradia propriamente e não investimento, acho que fiz um bom negócio. Ainda que fosse investimento, creio que seria um bom negócio também, levando-se em consideração que aqui o pessoal cobra 3k no aluguel e tem briga de inquilino pra pagar os 3k...


Vale ressaltar que, com a nova reestruturação da carreira dos militares, eu devo passar a receber, mensalmente, a partir de 01/01/2021, cerca de 9,5k líquido no bolso ( bruto: 12-13k )... Daí abate 2500 da prestação+condomínio, fica 7k livre para "gastar". Diminuirei substancialmente meus gastos com transporte pois o próprio condomínio possui uma série de linhas próprias de ônibus e acaba que isso irá me economizar bastante no uber já que meu translado ao trabalho irá diminuir em termos de gastos.


Quanto aos documentos em si, devo assinar a escritura na semana que vem e, em cerca de 20-25 dias, teremos o documento de Registro do Imóvel já em meu nome e, consequentemente, receberei as chaves dos proprietários anteriores.

Gostaria de deixar claro que quem quer que seja que tenha intenção de comprar um imóvel, deve ter muita cautela na escolha da imobiliária. A imobiliária da qual eu sou cliente é honesta mas presta um péssimo serviço. Felizmente são honestos (difícil isso no RJ) mas não foi só uma ou duas vezes que eu fui entregar documentações à financiadora e estavam incompletos em virtude do corretor não ter feito a conferência. Foram bem mais vezes!! Conferência básica mesmo: olhar checklist de certidões e ir dando o ok nos documentos que já tinha. Tenho certeza que meu processo atrasou uns dois meses por conta desses entraves que a própria corretora não teve a competência de lidar!


Importante!!!! Façam o acordo do pagamento à corretora ser somente ao final da transação, senão eles irão CAGAR pra você! Sério mesmo... se eu fiz o acordo nesses moldes e encontrei dificuldades, que dirá quem já adianta o dinheiro para eles...

Como podem ver nos comentários, o Aportador Consciente indagou acerca dos trâmites administrativos e, de tão pertinente a pergunta, resolvi editar o post e resumir abaixo:


-assina um sinal e dá uma parcela da entrada

-corre atras das certidoes (isso que demora pra caramba pois depende dos prazos dos cartórios e afins)

-apresenta as certidões pra financiadora

-após o ok da financiadora em relação às certidoes, assina a escritura

- no ato da assinatura da escritura, transfere o restante do valor da entrada pros vendedores

- com a escritura em mãos, dá entrada no registro de imoveis

-quando sai o registro do imovel, apresenta à financiadora e ela repassa o valor financiado pros vendedores

-quando o dinheiro cair na conta dos vendedores, eles entregam as chaves...



Quanto ao físico: 20kg mais gordo que meu peso ideal e quanto às mulheres, fiz, recentemente, uma chorar de amor após dois encontros. ISSO MESMO!! DOIS ENCONTROS!!! Detalhe: a gente nem se beijou... foi apenas conversa mesmo... é isso, pessoal: a mulherada hoje em dia tá sequelada!! Mais detalhes em posts futuros...


Uma coisa que eu queria a ajuda de vocês... estou com cerca de 30 mil sobrando na mão e tenho que mobiliar o AP... minha ideia é comprar as coisas de maior valor à vista para ganhar maiores descontos mas tem lojas que não dão descontos por conta do pagamento à vista. Nestas, irei parcelar o máximo possível pra eu continuar com capital de giro e ter uma "mensalidade" das compras do móveis em, no máximo, 1500 reais. Vocês acham que é uma boa estratégia ou têm alguma sugestão melhor?

 


Espero comentários de vocês, pessoal!!


Um forte abraço!!




Intendência!!!