quinta-feira, 18 de abril de 2019

Sobre viver de aparência...



E aí, confrades!! Há quanto tempo, hein?

Esse é mais um post ao estilo “reflexões”....Para que o blog não fique parado, irei compartilhando algumas coisas que tenho vivido/pensado de tal forma que todos os leitores possam tirar algum proveito, se possível.

Então, toca a faxina!

No post de hoje irei discorrer um pouco sobre o quanto nós nunca estamos satisfeitos. Sim, nunca estamos. Até mesmo os mais religiosos que dizem que Deus os preenchem por completo quando em alguma conversa revelam “ eu queria estar mais magro” “queria casar” “queria viajar”...

Obviamente, por si só, ter desejo de melhorar de vida é algo totalmente natural e diz respeito a tudo em nossa vida e é algo que existe desde o início da humanidade. Desde Adão e Eva comendo da fruta proibida para “se tornarem como Deus”, conforme argumento da serpente, passando pelos Faraós que tomavam bebidas especiais na crença que aquilo os tornava mais divinos e também, até mesmo, os retirantes nordestinos que deixaram suas terras secas em busca de uma vida melhor em outro lugar do país. Tudo isso, ao meu ver, é absolutamente normal pois diz respeito à vontade de melhorar suas condições, sejam elas físicas, emocionais, sociais ou, até mesmo, espirituais.

Essa busca por melhora parece que chega a todos os locais da vida das pessoas mas em um ponto em específico parece não surtir muito efeito. O comportamento do indivíduo na internet. Com o advento do acesso à internet em massa, as pessoas apenas querem transparecer uma vida de aparência e dai que a internet basicamente morreu. Sim, isso mesmo, caro leitor. O que se propunha a ser a internet quando da sua popularização, um local de livre transito de informações e similares, já não existe mais. A partir do momento que redes sociais como Facebook e Instagram apareceram, as pessoas parecem terem trazido para si a responsabilidade de não só serem felizes mas, principalmente, parecerem felizes em detrimento da criação de conteúdo interessante. Nisso, exclui-se a produção de conteúdo produtivo para outros ou para si mesmo como quem ganha dinheiro assim, como jornalistas, modelos, por exemplo.

Aqui que está o fim da internet. Conteúdo fútil + viver de aparência.


Image result for viver de aparencia

O chimpanzé acessa o facebook ou instagram e tem acesso apenas a conteúdos que normalmente ele tem familiaridade. Roupas, futebol, vídeo-game, sacanagem... as redes vomitam pro bípede apenas o que ele tem interesse e, em meio a textões e fotos de biquinho, o indivíduo vai perdendo 4-5-8 horas diárias com conteúdos irrelevantes.

Nem vou entrar no mérito da novinha que tira foto mostrando a bunda no espelho pois, diariamente, tem umas 200 solicitações de amizades e infinitas atualizações... pensando bem, até faz sentido ela se utilizar das redes pois sua baixa autoestima só encontra vazão num ego inflamado por likes. Se ela der sorte, consegue até descolar uma grana por lá.

Não to falando delas... to falando do cara com 17-30 anos que ainda faz faculdade (ou tá na segunda/terceira faculdade ou não completou alguma em uma/duas tentativas) e desperdiça seu precioso tempo com essas coisas. Em vez de se desenvolver pessoalmente buscando conteúdo relevante na rede, ele entra num loop infinito de mediocridade que termina por deixa-lo totalmente marginalizado socialmente embora ele creia piamente que seus amigos de LOL estão com ele pro que der e vier.

Esse é o ponto! A informação nunca foi de tão fácil acesso mas parece que, por isso, os indivíduos desdenham e não buscam material de qualidade para estudo e similares. A busca incessante por lazer preenche o espaço que deveria ser de esforço e trabalho contínuo até uma estabilização e, posteriormente, o desfrute dos objetivos tão arduamente batalhados. Talvez eu esteja sendo crítico demais pois o que falo deve englobar uns 98% da população que possui acesso à internet.

Pra mim já está bem claro. O indivíduo não alcança o que queria na vida real e compensa isso nas fotos na rede social. Não é questão de se expor ou ser mais reservado. Isso vai da personalidade de cada um. Minha questão aqui é bem simples: há algum momento que a pessoa se toca que ela está mentindo pra si mesma?


É isso. Felicidade é diferente de prazer.


Abraços!!


É isso aí, confrades! Força e Honra! Até uma próxima oportunidade!



Intendência!!!


Abraços!!


segunda-feira, 15 de abril de 2019

Balanço 1ª Quinzena de Abril/19: R$ 37.096,30 (-2,53%)

E aí, confrades!! Há quanto tempo, hein?

Nesse mês de forma mais precisa, eu acabei tendo varios imprevistos no trabalho e acabei atrasando o post no inicio do mês, bem como no agendamento de alguns textos. Assim, resolvi alugar um hotel aqui no RJ pra poder ter acesso a uma rede decente e poder mandar bala nos textos.

Muita coisa aconteceu ultimamente em minha vida e sou grato a Deus pois tudo está caminhando bem. Não atingi a meta dos 75kg pra 15/04 mas to em 78kg, o que é uma boa se analisar que comecei com 82 kkk


O Mês foi bom de finanças, farei um aporte bem interessante de $3800,60 em algum Fundo pela Easyinvest, abaixo do projetado(5-6K) do mes anterior. É, isso é a vida real. 

Nunca devemos esquecer: O ciclo Trabalhar-Poupar-Aportar é mais importante que escolher bons investimentos, ao meu ver. A constância gera sucesso.

Pois bem, vamos la!!!



Financeiro

Segue, de forma resumida, meu consolidado até agora:







E agora os ativos....


Ativos







Como podem perceber, nada muito fora do normal. Com o mau humor do mercado, excetuando CDB e HashCapital, tudo operou em baixa, infelizmente.Possível intervencionismo na Petrobras e má articulação da Reforma da Previdência dão incertezas pro mercado futuro. Incerteza = Oscilação.

Pra registrar, Serão 3,8k investidos em algum fundo de açoes, provavelmente Leblon. Ainda tá na Nuconta mas será movimentado. 

De toda forma, o acumulo patrimonial desse Mês, pouco mais de 2,8k, como podera ser observado à frente, não corresponde tanto à realidade pois estou registrando no meio do mês, diferentemente do padrão, que é no início. Assim, é importante destacar isso. Ainda assim, tive muitos gastos com presentes e isso deu uma baixa no acumulo, infelizmente.

Segue resumo das rentabilidades do mês:











É... a coisa foi feia nesse março/abril....




Passivos


Gastei MUITO com presentes. Pra mais de 400 reais. Foram aniversários de pessoas importantes e não me importo em dar um presente bacana, ainda que eu não tenha recebido algum no meu aniversário. Talvez haja algo de amor próprio nisso...

 Meus gastos tão na ordem de 4-5k por conta de dois pagamentos de Nubank, pois paguei antes... Deveria ter esperado acumular pra pagar só em Maio. Errei de novo nisso... vida que segue...



Demonstração de resultados/Nível de poupança



Seguem os resultados resumidos do Mês até o presente momento:


Como podem observar, cheguei a iniciar o mês com pouco mais de 41k mas, após a incorrência dos gastos, voltei à realidade dos 37k. 


Na demonstração de resultados abaixo,  percebe-se que diminui meu nível de poupança. Normalmente é 45-60%... 









Grafico Pizza


Segue a distribuição de onde tenho alocado meu suado dinheirinho. No caso, como podem perceber, ele segue bem dividido, sem privilegiar muito algum dos produtos. No que diz respeito à divisão Fixo x Variável, estou consciente que estou me aproximando do que tanto almejo que é 75% variável e o restante fixo. Atualmente tá 69x31


Evolução Patrimonial( gráfico)


Eis que chega a hora do meu gráfico predileto!!

Digo isso pois sempre que inicia o mês e vejo o bolo aumentando, dá um gás enorme a mais! Fico muito feliz mesmo pois é a constatação que todo esforço está valendo a pena. Mesmo que esse mês não esteja sendo tão bom quanto imaginado







este sou eu comemorando o crescimento do patrimônio



Relacionamentos

Estou firme com a Magrela. Conheci a familia e tal... fui ao aniversario dela e tive alguns compromissos sociais que a apresentei aos meus amigos como minha namorada... estamos bem felizes.

Muita mulher dando mole, 0 infidelidade. Nada mais que a obrigação.



Físico


Hora de mostrar o antes e o depois...


Antes: 82kg Janeiro:









Agora com 78Kg.. A parte circulada em vermelho é a que mais me incomoda por questão estetica. Fica marcando nas roupas e é uma bosta. Talvez seja coisa da minha mente mas a primeira coisa q vejo ao olhar pro espelho é isso. Espero que ao chegar nos 70Kg eu me desfaça disso haha













Observações Finais

Que Deus abençoe nossa nação para que as pessoas desempregadas voltem a ter um emprego e que tudo seja melhor que hoje.


Queria poder participar do ranking da finansfera do Blog do Carinha mas comento, mando mensagem e tudo e ele não retorna :(



É isso aí, confrades! Força e Honra! Até uma próxima oportunidade!



Intendência!!!



Abraços!!

terça-feira, 26 de março de 2019

Limite do Nubank aumentou. E agora?



Fala, moçada!! Tudo na paz?

Então... no caso, eu recebi, recentemente, a notícia que meu limite no cartão de crédito aumentou. Vejam abaixo o print do e-mail:




Sabe o que isso significa? NADA!

Há uma lei na economia que diz que quanto mais seu salário/poder de compra aumenta, mais seu consumo aumenta.

Eu, pelo menos, procuro fingir que isso não existe. É claro que o indivíduo ao saltar de 2k pra 25k de poder de compra vai levar uma vida diferente mas, como estou levando o raciocínio pro lado do Cartão de Crédito, é bom fingir que esse poder de compra não existe, afinal, não é um poder de compra real. No meu caso, é interessante que isso de limite alto me ajuda no que diz respeito a poder não precisar do cartão dos meus pais pra compras mais vultuosas que, eventualmente, eu faço.

Esse aumento de limite é apenas um simulacro da capacidade de comprar coisas que não se pode comprar coisas à vistas que se traduz em dor de cabeça no mês seguinte haha

Sugiro o mesmo aos gentis leitores. Se conseguirem, por ventura, pequenos incrementos no poder de compra real, e não em limite de cartão de crédito, finjam que não possuem esse poder. É muito importante pra manter o nível de aporte bem elevado.


E aí, aumentariam os gastos ou resistiriam à tentação?

É isso aí, confrades! Força e Honra! Até uma próxima oportunidade!



Intendência!!!



Abraços!!


segunda-feira, 25 de março de 2019

A maldita espetacularização da miséria.


Fala pessoal tudo bem?

Eu quase fico sem internet a semana toda mas nesse final de semana eu tive a oportunidade de ter acesso à internet e à televisão. Nao à toa que eu tô postando e programando vários posts mas esse post em específico eu queria falar sobre a espetacularização da miséria e eu digo isso baseado no programa que eu vi nesse sábado no programa do Luciano Huck.

Eu digo isso porque esse programa,pelo menos esse tipo de  programa...do Luciano Huck, o antigo programa do Gugu, programa de Rodrigo faro... esses programas que envolvem uma série de temas aleatórios que são apresentados aos finais de semana eu acho interessante a gente avaliar como que eles são porque, de certa forma, avaliando como eles são a gente acaba meio que avaliando o a metalidade das pessoas de uma forma geral porque se você parar para pensar... esses problemas só existem porque tem pessoas que assistam a eles e é interessante ver que mesmo que o conteúdo tem baixo qualidade, tenha baixa produção cultural, baixo nível intelectual...mesmo assim acabaa perdurando por anos.. um exemplo disso é o programa do Faustão para vocês terem uma ideia.

Eu não sei se eu já deixei claro aqui no blog mas o Rio de janeiro é um local que eu definitivamente não gosto muito não só pela questão da violência mas também pelas pessoas daqui porque muitas pessoas por morarem aqui e por toda essa coisa de cidade maravilhosa, cidade turística não sei o que mais...elas se acham.. têm ego super inflamado e são muito bestas e isso é uma coisa que vai totalmente de encontro com a minha personalidade.

Smm contar, é claro, com a questão dos grandes deslocamentos pois aqui tudo é muito longe o trânsito infernal e obviamente a violência...violência essa que está intimamente ligada com a desorganização urbana que a cidade tem. Afinal de contas, o Rio de Janeiro não é uma cidade em meio a várias favelas é um grande conglomerado de favelas rodeado pela cidade.

Nesse ambiente existe de tudo... do casebre até a cobertura de apartamento de 30 milhões e nessa cobertura de apartamento de 30 milhões costuma morar pessoas que se dizem intelectuais e as que não são intelectuais elas com certeza são pessoas que influenciam outras pessoas e  aí que entra a figura dos influenciadores sociais e que o Luciano Huck é um excelente exemplo.

Essas pessoas de uma forma geral por ter uma mentalidade mais proxipr da esquerda, elas costumam gostar de glamourizar a miseria e a relativização do que é belo, do que é interessante e isso pode ser observado em vários programas e eu tive a oportunidade de observar isso claramente nesse sábado quando assisti  ao programa do Luciano Huck e ele fez uma espécie de excursão por dentro da favela que fica no morro da providência no centro do Rio de janeiro e ele saiu contando história de pessoas mostrando como que era a faveal era por dentro e chegou até o topo da favela.

E ai interessante notar como a matéria vai sendo construída pois eles fazem questão de mostrar criança sorrindo pessoas conversando nas ruas crianças brincando de futebol como se tudo fosse um Grande Mar de rosas quando na verdade não é...aliás esse raciocínio de mostrar que tudo é muito bonito muito legal é feito com todo Rio de janeiro e na verdade o Rio de janeiro não é nada disso que a televisão da Globo mostra .... aqui na verdade nem é tão bom assim de se morar pelo menos na minha percepção e se for comparar o que a televisão mostra e o que a vida é de verdade aqui fica extremamente decepcionante para quem vem com grandes expectativas.

Em vez de eles procurarem mostrar pessoas que batalham... talvez sai cedo para trabalhar e tudo mais que é o perfil geral de pessoas que moram nesse tipo de local eles preferem mostrar aquela galera alternativa, aquela galera das artes, aquela galera descolada, aquela galera de esquerda que eles sempre gostam de mostrar como se fossem pessoas intelectuais...pessoas cultas, pessoas destacadas na sociedade quando na verdade a gente já sabe depois de toda a popularização da internet que essas pessoas são muito mais burras do que o que a gente pode imaginar.

E a partir do momento que eles colocam essas pessoas como exemplos e esse tipo de construção de sociedade construção urbana favela como se fosse algo bom, eles meio que estão dizendo que aquilo é legal que se você mora ali e se você acha interessante ali não tem porque você se mudar quando na verdade é um local dominado pelo tráfico...violento... ..milícias... ficam com ele e as pessoas na verdade muitas delas querem sair mas a televisão insistem vender uma imagem de um Rio de janeiro maravilhoso para o resto Brasil quando na verdade esse Rio de janeiro não existe. Na verdade até existe mas fica só na zona sul e nos condomínios fechados da Barra da Tijuca.

Segue print com a glamourizaração da miseria.






Às vezes me pergunto, só eu que penso assim?


É isso aí, confrades! Força e Honra! Até uma próxima oportunidade!



Intendência!!!



Abraços!!

domingo, 24 de março de 2019

Intendente Frugal: como tudo começou?

Fala, rapaziada, perdão a demora... Tenho ficado sem internet e já tenho uns 3 post engatilhados pros próximos dias com programação pra evitar que o blog fique entregue às moscas até à próxima postagem de balanço.

Investidor Concursado me perguntou em outro post como era minha carreira e resolvi ir mais a fundo nessa questão. Resolvi fazer um breve histórico da minha vida até aqui.

Não posso entrar em maiores detalhes pois, se assim procedesse, poderia, naturalmente, ser identificado uma vez que tenho uma história de vida bem peculiar. Tecerei comentários sobre como me tornei esse poupador aficcionado de forma mais direcionada.


Pois bem, vejam a imagem abaixo:





Esse cofre enferrujado foi meu presente de aniversário de 9 anos de idade. Sim, meus pais deram um cofre de presente pra uma criança como presente. Qualquer intelectual fajuto diria que seria uma grosseria ou algo do tipo mas hoje, dada a minha mentalidade e a possibilidade de contemplar o mar de lama que é a educação financeira do brasileiro médio, sou muito grato a Deus pelos meus pais.

Eles me falaram, gentilmente, que dentro desse presente eu poderia criar outros. É até engraçado lembrar que eu peguei, olhei, fechei ele e, fechando os olhos, disse "Quero um Playstation 1!"

Obviamente não apareceu como mágica haha mas é engraçado lembrar e, em seguida, meus pais falaram como funcionava a brincadeira.

No aniversário seguinte eu ganhei o playstation 1 mas do valor dele, eu dei uns 80% do valor que, arduamente, juntei do dinheiro da minha mesada. 

Lembro-me que meus pais me deram um cadeado e uma chave e disseram que porquinhos eram para poupadores amadores. Pois, ao quebrar o porquinho, você perde a ideia de que aquele sentimento de poupança é algo permanente. Você tem que ter em mente que é algo sólido e que merece toda proteção (cadeado como símbolo) possível.

Quanto à minha carreira, é o Corpo de Oficiais Intendentes que gerencia e conduz as atividades de Administração, Abastecimento e Finanças nas Organizações Militares da Marinha. Atualmente, os oficiais do Corpo de Intendentes são  formados  pela  Escola  Naval  ou  admitidos  com  graduação  em  Economia,  Administração  ou Ciências Contábeis no Quadro Complementar de Oficiais Intendentes da Marinha (QC-IM), podendo ascender até o posto de Vice-Almirante.

Nos  postos  de  Segundo-Tenente,  Primeiro-Tenente  e  Capitão-Tenente,  exercem  funções  nos navios  da  Esquadra  e  Oceanográficos,  Distritos  Navais,  Depósitos  Navais,  Organizações  Militares (OM) do Corpo de Fuzileiros Navais, Bases Navais e Hospitais Navais, dentre outras. Como Oficial Superior, poderão exercer funções técnicas ou de direção de OM, típicas das áreas de Administração, Abastecimento, Finanças, Auditoria e Assessoria da alta administração da Marinha do Brasil.


No curso de especialização, primeiro embarque, são  ministradas  disciplinas  referentes  basicamente  à  licitação,  noções  de planejamento  governamental,  gerência  e  execução  financeira,  gerência  de  sistemas  de  intendência, noções gerais de redes, gerência de abastecimento e treinamento físico militar.


Após  concluídos  os  cursos,  os Oficiais do  sexo  masculino  embarcarão  em  navios  e  unidades operativas do Corpo de Fuzileiros Navais por cerca de um ano e meio, As Oficiais do sexo feminino seguirão os mesmos passos. Antes, há cerca de um ano, elas iam direto pra diretorias (melhores locais). Agora têm que sofrer também um pouco... 


Os Oficiais do Quadro de Oficiais Intendentes da Marinha são ordenados em uma escala hierárquica constituída pelos postos de Segundo-Tenente a Vice-Almirante, e os do Quadro Complementar de Oficiais Intendentes da Marinha, pelos postos de Segundo-Tenente a Capitão-Tenente.


Durante sua carreira, os Oficiais que iniciarem no Quadro Complementar e depois passarem para o Corpo de Intendentes terão a oportunidade de concorrer, em pé de igualdade, às mesmas comissões disponibilizadas aos Oficiais Intendentes formados pela Escola Naval.


Realizarão cursos de carreira e terão oportunidade de realizarem cursos extraordinários em instituições civis e militares no Brasil e no exterior; dirigirem organizações militares; trabalharem no exterior e desempenharem outras atividades de interesse da Marinha. Graças aos cursos e ao desempenho nas suas atividades poderão alcançar os diversos postos da Marinha, chegando por seus méritos ao de Capitão-de-Mar-e-Guerra (IM), ou ainda, por escolha de uma Comissão de Avaliação, ser Almirantee chegar até o posto de Vice-Almirante (IM), o mais alto do Corpo de Intendentes da Marinha.



É isso aí, confrades! Força e Honra! Até uma próxima oportunidade!



Intendência!!!



Abraços!!